Caminhos para o consultor

Caminhos para o consultor

dino-mocsanyi-postENTREVISTA COM DINO MOCSÁNYI
Consultor empresarial e especialista em coaching na transição de carreira para consultoria 
 
JUSIVALDO ALMEIDA – Por que incluir no plano de carreira a vida de consultor ou empreendedor como parte de uma estratégia da independência financeira?
DINO MOCSÁNYI –Mesmo quem ainda está consolidando sua atual carreira tem vários motivos para pensar numa mudança profissional lá na frente. No aspecto financeiro, um bom plano de previdência traz segurança, mas você precisa se assegurar de que vai tirar o suficiente. Quando chegar a idade da aposentadoria, é provável que você não queira parar de utilizar seu conhecimento adquirido, sem contar que manter-se em atividade profissional é saudável para a cabeça. Também a economia mundial com freio de mão puxado significa menos empregos bons no futuro. Por outro lado, as empresas têm necessidade crescente de promover ajustes na organização. A palavra mudanças é o que mais se ouve no mundo dos negócios.O consultor é contratado para encarar uma situação de mudança nas empresas. É preciso entender que a palavra consultor está ligada a mudança.Pode estar faltando emprego tradicional, mas trabalho tem de monte.
Consultor empresarial ou empreendedor de sucesso?
O empreendedor atua em todas as áreas, até onde há bens físicos envolvidos, como no comércio ou na indústria. Já o consultor é empreendedor sem dúvida, mas a matéria-prima está toda em sua mente. É um profissional que acumulou conhecimento e muita bagagem. Como todo empreendedor, precisa montar plano de negócio, fazer marketing, vender o tipo de mudança que ele propõe e entregar o serviço, além de controlar toda a parte financeira. Mas ele não está sozinho.Para ajudá-lo, hoje vemos farto material no mercado, como artigos, cursos e congressos de empreendedorismo.
Qual a diferença entre os perfis de consultor e empreendedor?
O empreendedor que se lança num empreendimento normalmente arrisca seucapital. Investe ele mesmo ou levanta financiamento. Consultoria é empreendimento de baixo risco financeiro. O consultor investe basicamente seu tempo. Mas ambos precisam ser bons no que fazem, além de ter nas veias o vírus do empreendedorismo.
Devo começar já a preparar minha vida como consultor?
Sim, uma coisa é ser gerente, outra é trabalhar por conta própria. Você deve se preparar com método, disciplina e muita ética. Conforme avança na carreira, você acumula participação em cada vez mais projetos. Mas, na hora de falar de sua experiência, você precisa transformar cada projeto em “trabalho realizado”. É vê-los como trabalhos de consultoria, naturalmente só divulgando informações dentro da ética. Se você estava recebendo como CLT é detalhe. Vou dar um exemplo pessoal: mudei diversas vezes de executivo para consultor. Quando era executivo e atendia consultores, eu anotava num bloco de papel as atitudes positivas ou negativas que me afetavam como cliente. Assim, ao me tornar consultor, já sabia de uma série de erros que não queria cometer e comportamentos que queria imitar.
Como identificar meu foco de atuação? Devo me basear apenas na minha experiência atual?
Você não deve se basear apenas na experiência profissional para escolher seu campo de atuação. Para essa identificação, costumo fazer um exercício desenhando três círculos.
1) No primeiro, sim, incluo o que sei fazer,não só no lado técnico mas também da parte de minhas habilidades pessoais.
2) No segundo círculo vou listar tudo o que gosto de fazer, nos campos profissional e pessoal. O ideal do profissional independente é fazer o que gosta e o que sabe fazer muito bem.
3) E no terceiro relaciono as oportunidades de ganhar bem. Quais nichos de mercado não são atendidos ou são mal atendidos. A questão aqui é pensar no hoje e daqui a 15 anos. Por exemplo, a implantação de ISO 9000 era muito bem paga há 20 anos, mas já não é assim hoje, quando o trabalho se difundiu e se tornou mais compreensível. Com essas três listas, faço o cruzamento e chego a meia dúzia de atividades possíveis. Vamos aprofundar o assunto na próxima entrevista.
 
Contato:dino@consultores.com.br; Tel. 4191-5647

No Comments

Sorry, the comment form is closed at this time.