ABEFINPREV – Nasce o mais novo Plano de Previdência Complementar

ABEFINPREV – Nasce o mais novo Plano de Previdência Complementar

A Associação Brasileira de Educadores Financeiros – ABEFIN – comunicou a seus associados e familiares, no último dia 16 de outubro, o início das atividades e adesões ao plano de Previdência Complementar – ABEFINPREV. O novo plano associativo foi lançado na mesma semana em que ocorreu o maior Congresso Brasileiro da Previdência Complementar Fechada, organizado pela ABRAPP em São Paulo.

O plano ABEFINPREV cumpriu todas as premissas regulatórias para o pleno e legal funcionamento, com aprovação da Superintendência Nacional de Previdência Complementar – PREVIC em julho deste ano. Foram três anos de estudos e conversas com mercado pelo Comitê de Seguros e Previdência da associação, formado por executivos com vasta experiência nas áreas de seguros e previdência complementar.

Os trabalhos foram coordenados por Jusivaldo Almeida, Vice-presidente da ABEFIN. Jusivaldo é Consultor e Conselheiro de Fundos de Pensão, atuando pela JSANTOS Consultores. Segue seu relato do Congresso deste ano e os motivos da criação do plano de Previdência Complementar ABEFINPREV.

 

A 40ª edição do Congresso Brasileiro da Previdência Complementar Fechada 

O congresso superou novamente expectativas de público, quase 4 mil congressistas, motivados pelas facilidades de participar de um evento desse porte promovido na Capital de São Paulo e principalmente pelo alto nível das plenárias e demais debates e apresentações técnicas relevantes ao atual momento sistema, cumprindo bem a temática principal do evento sobre o “Protagonismo em um Mundo sem Fronteiras”.

Os três dias do Congresso foram importantes para os principais dirigentes e representantes do setor levarem para suas regiões uma reflexão sadia sobre como esperamos atrair o público mais jovem para participar de um sistema de proteção previdenciária através da poupança de médio e longo prazo.

No atual cenário de aprovação da Reforma da Previdência Social e de queda das taxas de juros no Brasil, os Fundos de Pensão buscam diversificar ainda mais suas carteiras. Com isso procuram ativos com riscos maiores em troca de uma rentabilidade maior do patrimônio que possa atingir a expectativa de renda de seus participantes nas diferentes fases da vida.

As reflexões vão além dos impactos da reforma da Previdência, além das taxas de juros, elas abordam questões de como ressignificar o propósito do setor, passando inclusive pela mudança de terminologias usadas há décadas como Previdência Complementar, Previdência Fechada.

Em dias atuais que os Fundos de Pensão buscam o fomento do setor através dos planos extensivos aos familiares de seus participantes, se faz necessário pensar em uma linguagem mais próxima deste público, sendo de vital importância a disseminação da cultura financeira e previdenciária através de linguagem simples e objetiva, e com uso de mídias acessíveis a qualquer público.

O governo também tem seus desafios em desburocratizar o sistema de previdência aberta e fechada, assim como flexibilizar a escolha do regime de tributação atual que ocorre no ato da contratação ou adesão do cidadão a um plano de previdência e que servirá no futuro para tributar sua aposentadoria ou resgate do seu saldo de conta, facilitar o processo de Portabilidade, mesmo após a aposentadoria, e apreciar rapidamente a criação do processo de adesão automática, entre outras ações que também passam pelo setor da previdência complementar dos servidores públicos.

 

O Plano de Previdência ABEFINPREV

O plano foi estruturado na modalidade de contribuição definida (CD) e pensado durante o período em que o Governo e a população brasileira voltaram suas atenções para a Reforma da Previdência. A ideia ganhou ainda mais motivação nos últimos anos com o crescimento dos planos voltados aos familiares dos participantes dos Fundos de Pensão Fechados, e também dos Planos Associativos previstos pela Lei Complementar nº 109.

A legislação já estendia a Previdência Complementar Fechada aos brasileiros vinculados a entidades representativas, como sindicatos, cooperativas, órgãos de classe e outras entidades de caráter classista, profissional, setorial e associações como a ABEFIN.

Diante desse cenário, consciente de que grande parte da população brasileira não desenvolveu o hábito de poupança e tampouco de construir uma reserva financeira que proporcione qualidade de vida em sua longevidade, e no intuito de promover e disseminar a Educação Financeira no Brasil, a Associação Brasileira de Educadores Financeiros – ABEFIN – buscou a constituição do plano ABEFINPREV, um plano simples e acessível a todos os que desejam uma vida melhor e mais saudável no futuro.

O projeto foi amplamente apoiado pelo Presidente da ABEFIN, Reinaldo Domingos, pelos diretores e conselheiros e por seus maiores interessados, os próprios associados, que são profissionais da educação financeira.

O plano é extensivo ao cônjuge, filho, neto e dependentes econômicos, podendo ainda aceitar adesão dos profissionais das áreas de humanas e exatas, assim como empresas que desejam ofertar aos seus colaboradores um plano de previdência complementar aos seus colaboradores, através da filiação à ABEFIN da empresa ou pessoa física como Mantenedor Efetivo.

Os planos extensivos aos familiares dos participantes dos Fundos de Pensão Fechados e os Planos Associativos são uma realidade que, cada vez mais, deve ser incentivada e fazer parte dos compromissos dos brasileiros, que viverão mais que seus antepassados e precisam, portanto, proteger o seu futuro.

Creio que entre as principais vantagens do plano estão rentabilidade competitiva, não existência de taxa de carregamento, ser extensivo aos familiares até a terceira geração, aposentadoria a partir dos 18 anos, opção de seguro de vida, baixa taxa de administração e resgate parcial do saldo de conta.

Para garantir as exigências legais e operacionais de nossa Previdência, contratamos MUTUOPREV – Fundo de Pensão que administrará a gestão de recursos financeiros, administrativos e atendimentos aos participantes do plano. A Entidade conta com experiência no segmento em outros planos, com patrimônio acima de R$ 116 milhões.

O fato é que a Previdência Associativa pode ser tão atraente e competitiva quanto os planos patrocinados por empresas, ambos operados por entidades fechadas de previdência complementar (fundos de pensão), podendo ainda ser melhor que alguns produtos de previdência ofertados por bancos e seguradoras, a depender do perfil de investimento do participante.

Pense na sua proteção e de sua família. Para saber mais, entre em contato conosco pelo e-mail diretoria@abefinprev.com.br ou jusivaldo.santos@abefin.org.br

Nenhum comentário

Desculpe, os comentários estão fechados por um tempo.